#128 – Chegamos!

Semana começando e já peço desculpas pelo pequeno atraso no envio da nossa newsletter. Tive um final de semana bem corrido no trabalho. O bom é que o Margem Jornalismo chegou e espero que você curta.

Essa semana teremos o segundo #MandaLivro, um bracinho dessa news onde envio dicas de livros. Chega ai na tua caixa de e-mail toda quinta-feira. Nesse projetinho, você também pode participar: me mande a tua dica com o nome do livro e um pequeno texto sobre o que você quiser falar da publicação. Semanalmente, vou enviar a dica dos leitores/leitoras junto com as minhas sugestões.

E não esqueça de apoiar o jornalismo independente!
O PIX tá on: p.chavedar@gmail.com

🇵🇾 Paraguai: assim joga o primeiro time de futebol paraguaio patrocinado por uma marca de cannabis. (THC)
 🇵🇪 Peru: desaprovação do presidente continua crescendo e chega em 76%. (Perú21)
🇨🇱 Pesquisa mostra que, pela primeira vez, os chilenos rechaçam mais do que aprovam a Constituinte. (CNN Chile)

🇸🇻 Bukelele e as gangues: das negociações secretas ao estado de exceção. (El Faro)

🇵🇦 No Panamá, Legislativo aprova projeto de educação sexual nas escolas.
(La Estrella de Panamá)

🇺🇸 Ketanji Brown Jackson é a primeira mulher negra na Suprema Corte dos Estados Unidos. Ela vai enfrentar um tribunal mais diversificado e conservador. (Reuters)

🇫🇷 Eleição na França reedita 2º turno de 2017; veja as propostas de Macron e Le Pen. (g1)

🇫🇷 Com 100% das urnas apuradas nacionalmente, podemos analisar em quais cidades e regiões os candidatos performaram melhor na eleição presidencial francesa.
(Eleições Europeias)

🇨🇳 Conheça Alex, a influenciadora feminista chinesa que está mudando o status quo no país. (Radii China)

🇮🇳 Empresário indiano Gautam Adani se junta a Elon Musk, Jeff Bezos e outros e se torna o mais novo homem de US$ 100 bilhões. (The Wall Street Journal)

🇵🇰 Shehbaz Sharif eleito primeiro-ministro do Paquistão. (UOL)

🇱🇰 Sri Lanka tem maior manifestação desde início de protestos contra o governo. (UOL)

Líder da oposição vence primeiro turno nas eleições presidenciais da Ossétia do Sul.
(OC Media)

🇹🇭 Apesar do risco de morte, Tailândia envia de volta os refugiados de Mianmar. (AP)

🇬🇲  Partido do presidente da Gâmbia vence eleições legislativas. (Al Jazeera)

#MandaDicas

Neste programa, Giselle Camargo conversa com o professor Antônio Carlos Mazzeo – autor do livro Sinfonia Inacabada, a política dos comunistas no Brasil. Quem são os comunistas? Por que eles são tão temidos? Um dia chegarão ao poder? E a nossa bandeira, um dia será vermelha? (Texto – Anticast)
As piadas sobre capivaras, estética vapoware e abuso do nonsense acumularam milhões de seguidores. E agora, se tornaram uma valiosa estratégia de negócios. Para 11 em cada 10 brasileiros, “meme” é praticamente sinônimo de internet. Hoje, é praticamente impossível navegar um dia inteiro pelas redes sociais, sem se deparar com um desses posts feitos para viralizar, chocar e transmitir informações (verdadeiras ou falsas) através do riso. O humor é a ferramenta mais democrática na internet, todo mundo pode fazer e, principalmente, compartilhar. Mas alguns têm despontado com mais destaque do que outros. No Braincast 449, Carlos Merigo recebe Marko Mello e Luiz Hygino para um papo com João Miguel Alves de Moura e Silva e Murillo Prestes, do Melted Videos, página que já acumulou milhões de seguidores e fechou grandes negócios, a partir de seus memes. Quem bate o olho num meme, consegue entender como funciona. Mas como ganhar dinheiro com a ferramenta mais usada (e menos valorizada) da internet?
(Texto – Braincast)
Debate será moderado pelo professor em Harvard, Hussein Kalout e conta com a participação da colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde, do advogado Augusto Botelho, da professora em Harvard, Gabrielle Oliveira, e da pesquisadora e pós-graduanda Isabela Reis, da mesma universidade. (Texto – Estadão)

Leituras complementares

Planalto é alertado que CPI do MEC pode ser “fatal” para Bolsonaro. Temor de aliados é de que comissão desgaste a imagem do presidente em plena campanha eleitoral deste ano. (Metrópoles)

Governo abandona obras paradas e monta um esquema de “escolas fakes”.
(O Estado de S. Paulo)

O FNDE nas mãos do centrão. E as suspeitas sobre o uso de verbas. Fundo que garante dinheiro para o ensino básico está envolvido no escândalo dos pastores, no sobrepreço em edital para compra de ônibus escolares e em gastos sem critério em redutos eleitorais. (Nexo)

Governo Bolsonaro destina R$ 26 milhões em kit robótica para escolas sem água e computador. (UOL)

A vitória de Bolsonaro sobre Lula no 1º round das eleições 2022. Filiações partidárias indicam presidente na frente nas alianças regionais. (Valor)

O Congresso prefere Bolsonaro. Janela de trocas mostra poder de Arthur Lira e paralisia do campo lulista. (Veja)

“Bolsonaro vencerá se Lula não for mais plural”, alerta Randolfe. (Metrópoles)

Lula diz que, se eleito, terá que ‘tirar quase 8 mil militares’ de cargos comissionados.
(O Globo)

Líder do União Brasil critica exclusão do nome de Ciro pela 3ª via e defende candidatura de Bivar. (g1)

Leite e Tebet buscam chapa e temem que rejeição a Moro contamine terceira via. (g1)

Janela partidária: PL de Bolsonaro vira a maior bancada da Câmara. (Nexo)

Na batalha das redes sociais, Lula cresce no Instagram e Bolsonaro investe no TikTok. (Congresso em Foco)

Bancada evangélica ataca Lula por fala sobre aborto, e aliados veem erro estratégico. (Folha de S.Paulo)

“Aliança com Alckmin é indefensável” diz líder de movimento negro.
(Congresso em Foco)

85% não sabem quem é o governador de SP; 11% acertam Rodrigo Garcia.
(Folha de S.Paulo)

Gabriel Monteiro usa cofre camuflado para guardar HDs criptografados com vídeos de orgias e outras gravações, dizem ex-assessores. (O Globo)

43% veem STF negativamente e avaliação é a pior em 1 ano. (Poder360)

Acampamento Marielle Vive, do MST, sofre ataque a tiros. (Brasil de Fato)

A máquina oculta de propaganda do iFood. Como agências de publicidade a serviço do app de delivery criaram perfis falsos em redes sociais e infiltraram agente em manifestação para desmobilizar movimento de entregadores. (Agência Pública)

iFood comprou críticos com cupons no Reclame Aqui. (The Intercept Brasil)

IPCC alerta que é possível reduzir emissões em todos os setores e expõe desigualdade: 10% das casas liberam até 45% do carbono. (g1)

Facebook derruba rede de desinformação sobre Amazônia operada por militares do Exército. (UOL)

“A Funai parou de ajudar as pessoas que estão defendendo a floresta”, diz líder Kayapó. (Agência Pública)

Ianomâmi: Garimpo ilegal cresce 46% na maior destruição em 30 anos de demarcação. (O Globo)

Mortes invisíveis. As valas clandestinas escondem um grave problema no Brasil: o desaparecimento de pessoas por ação de criminosos e os subsequentes homicídios e ocultação de corpos. (TAB UOL)

Inflação medida pelo IPCA é a maior para o mês de março em 28 anos. (Valor Investe)

Em briga de marido e mulher, ninguém fala sobre habitação. É na vida adulta que a falta de moradia afeta de forma mais evidente a vida das mulheres que tentam terminar relacionamentos abusivos. (Nexo)

Funcionários da Amazon de Nova York aprovaram a formação do primeiro sindicato da gigante do varejo nos Estados Unidos. (The Washington Post)

Linkedin tem perfis fake de propaganda com rostos criados por AI. (UOL)

#TabelasDaSemana

Fim dos partidos tradicionais na França? Em 2017, o Partido Socialista definhou e teve 5% dos votos com François Hollande no poder. Agora virou nanico: 1,8%. Em 2022, o Republicanos (direita) murchou e teve 4,8%. Era o partido de Sarkozy. Foi substituído pela ultradireita. (via @rittner_daniel)

#FotosDaSemana

Mães ucranianas estão escrevendo seus contatos familiares nos corpos de seus filhos para caso as crianças morram ou cheguem vivas em algum lugar. (via @lapatina_)
Virou polêmica a foto do PT com o PSB por causa da falta de negros.

#ReflexãoDaSemana