#134 – O que o maior bilionário do mundo veio fazer no Brasil?

Semana começando e, ao que tudo indica, continuaremos com o frio – minha rinite agradece (contem ironia). Dos últimos sete dias, lembremos sobre os ataques brutais das forças de segurança na região da nova Luz – conhecida, pejorativamente, como “cracolândia” – e de uma visita um tanto quanto bizarra de Elon Musk ao presidente Bolsonaro. Ninguém entendeu muito bem e nem para o que serviu. Não sei se foi por falta de organização, de protocolo ou de assunto mesmo. Só serviu para unir ainda mais as forças digitais de extrema-direita de veem no bilionário um símbolo da liberdade. No fim das contas, ninguém tem ideia do motivo que trouxe Musk ao Brasil – sim, eu sei que teve a ver com algo de conectividade na Amazônia, mas digo efetivamente o motivo da vinda e quais serão os resultados da visita. Acredito que nenhum.

Elon Musk, Fabio Faria,Jair Bolsonaro

🇨🇴 Francia Márquez e o assalto do poder pelos desclassificados. A candidata a vice-presidente de Gustavo Petro na Colômbia é uma mãe solteira negra de 40 anos que saiu de casa ameaçada de morte por defender a sua terra e que agora quebra todos os esquemas da política colombiana. (El País)

🇨🇱 Primeiro rascunho da nova Constituição do Chile é entregue. (CNN Brasil)

🇨🇱 Governo Boric declara estado de exceção na região mapuche. (EFE)

🇻🇪 Por que os EUA decidiram relaxar sanções contra a Venezuela agora? (BBC Brasil)

🇦🇷 Pela primeira vez a Argentina vai fazer um censo de sua população negra. (El País)

🇪🇨 Mais de 70% dos equatorianos rechaçam o governo de Lasso. (TeleSUR)

🇨🇺 Cuba diz que flexibilização dos EUA é ‘pequeno passo’, mas não modifica embargo. (UOL)

🇸🇻 Pelo menos 87 assassinatos cometidos em março pela Mara Salvatrucha (MS-13), gangue de El Salvador, teriam ocorrido em resposta a uma “traição” do governo de Nayib Bukele. (El Faro)

🇭🇹 A raiz da miséria do Haiti: reparações aos escravizadores. (The New York Times)

🇨🇷 Grupo hacker ameaça derrubar o governo da Costa Rica. (AP)

🇺🇸 Como Trump se apoderou das eleições estaduais para desacreditar a sua derrota em 2020. (The New York Times)

🇺🇦 Como mudou o mapa da Ucrânia com três meses de guerra. (El País)

🇦🇺 Oposição derrota conservadores em eleição na Austrália. Partido trabalhista, liderado por Anthony Albanese, desbanca coalizão do primeiro-ministro Scott Morrison e encerra período de quase uma década da direita no poder. (Nexo)

🇮🇷 Irã nega ‘compromisso’ nas negociações de acordo nuclear. (Al Jazeera)

#MandaDicas

Não bote fé nas fake news #01: Fundamentalismo religioso, internet e a divulgação de mentiras. Neste episódio de estreia da série “Não bote fé nas fake news”, parceria do Guilhotina com a CESE – Coordenadoria Ecumênica de Serviço, vamos acompanhar a história da pastora Romi Bencke, secretária-geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), alvo de mentiras espalhadas por extremistas religiosos por conta de sua participação em audiência pública realizada no Senado em 2019 e na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021. Participa também a professora Magali do Nascimento Cunha, doutora em Ciências da Comunicação pela USP. Ela fala sobre os circuitos de notícias falsas divulgadas entre comunidades de fé, a relação entre o avanço do neoliberalismo e dos fundamentalismos com a crise da democracia, a instrumentalização desses extremismos, as mentiras espalhadas pela extrema direita para atingir seus objetivos político-partidários, a resistência organizada entre evangélicos contra o ultraconservadorismo e os caminhos para sensibilizar os cristãos diante da política de ódio colocada em prática pelo governo atual. (Texto – Guilhotina | Le Monde Diplomatique)
EH VÁRZEA #038: Mídia e extrema-direita. Na coluna dessa semana Carapanã discorre sobre motivos estruturais e políticos que levam a extrema-direita a se beneficiar da cobertura midiática. Sim, a extrema-direita não perseguida ou censurada mas adulada e protegia por veículos de comunicação. (Texto – Viracasacas Podcast)
Maternidade do futuro: como a gente, de fato, gostaria que fosse? Como você deseja que a maternidade seja? E o que você acha que pode ser feito para que as mudanças aconteçam? No papo de hoje, a Vânia conversa com Dani Arrais e Juliana de Faria sobre como a maternidade é enxergada pela sociedade hoje em dia – e como lidar com isso –, o que não precisa mais ser falado e quais são as atitudes que devemos focar nossa atenção para que possa ser algo mais justo e confortável para todas.  (Texto – Um papo beleza)

Leituras complementares

Compra de caminhões de lixo dispara e preços inflados somam R$ 109 milhões.
(O Estado de S. Paulo) Governo aceitou pagar R$ 114 mil a mais pelo mesmo caminhão de lixo compactador.
(O Estado de S. Paulo)

Ministério das Comunicações escondeu encontro de Bolsonaro com Elon Musk.
(The Intercept Brasil)

Sete curiosidades da visita de Musk ao Brasil: de convite surpresa a empresário ‘penetra’. (O Globo)

Moro diz que é “possível” ser candidato ao Senado por SP. (Poder360)

Mudanças na lei beneficiam traficantes internacionais de armas que ganham penas menores e até liberdade. (O Globo)

Moradores do centro de SP protestam contra dispersão da ‘cracolândia’. (UOL)

Deputada de SP denuncia violência de gênero e transfobia durante sessões na Alesp. (g1)

Renato Freitas: um vereador entre o racismo e o fundamentalismo religioso. Um dos poucos parlamentares negros da Câmara de Vereadores de Curitiba pode ter seu mandato cassado por participação em ato antirracista. (Agência Pública)

Maioria das deputadas e senadoras são contra a legalização do aborto; veja como cada parlamentar se posiciona. (O Globo)

Dívida global atinge recorde de US$ 305 trilhões no 1º trimestre. (CNN Brasil)
 98,9% dos adultos de São Paulo têm anticorpos contra Covid-19. (Revista Galileu) Brasileiros viram ‘bots humanos’ em fazendas de clique por menos de 1 centavo.
(Folha de S.Paulo)

O projeto que Elon Musk quer implementar na Amazônia. (Nexo)

Oceanos estão mais quentes, mais altos e mais ácidos, alerta relatório climático da ONU. (g1)

Mulheres de presos mostram rotina no TikTok e acumulam milhares de seguidores.
(Folha de S.Paulo)

Bloke core: a moda da camiseta de futebol. Tendência no TikTok, uniformes de futebol retrô foram reconhecidos como tendência fashion para homens de todas as idades. (Gama revista)

Varíola dos macacos: hora de se preocupar ou de ignorar? (BBC Brasil)

Lula e Bolsonaro dividem apoio de artistas: Saiba voto dos famosos. (Folha de S.Paulo)

#FotosDaSemana

Foto – Tiago Queiroz
Foto – Danilo Verpa
Foto – Lucas Meola

#GrafoDaSemana

A repercussão do debate entre @CiroGomes e @gduvivier no Twitter não é nada bom para Ciro. Perfis bolsonaristas já superam ciristas no assunto! Como disse Gregório, os ataques do Ciro ao Lula servem de conteúdo para bolsonaristas. Perfis apoiadores do @LulaOficial (vermelho) somam 68% e lamentam o comportamento de Ciro e suas falas no debate. Repercutem, também, algumas contradições do candidato. Apoiadores do Ciro representam 15% dos perfis (amarelo). Tentam defende-lo, mas vêm encontrando dificuldades e os conteúdos com mais repercussão são aqueles com ataques a Gregorio e a Lula. Mas chama atenção o volume de bolsonaristas, que completam o debate com 17% dos perfis (azul), mais do que ciristas. E como vem ocorrendo há algum tempo, pegam carona nos ataques de Ciro ao Lula, obviamente sem defender o pedetista. (via @pbruzzi)

#TabelaDaSemana

#ChargeDaSemana

#PrintsBolsonaristas

Twitter maravilhoso para ver como funciona a esgotosfera bolsonarista: o @printsminions.