#136 – A semana inteira fiquei esperando por você

Semana sem grandes reflexões por cansaço (risos).
O ambiente continua mais ou menos o mesmo né – sem grandes novidades.
E o título foi pra dizer que fico esperando você abrir este e-mail e fico muito feliz por você estar aqui. É bom demais ter a sua companhia! Obrigado.

Sugiro que você relaxe, leia bons livros, veja bons filmes e séries (assisti Jurassic World: Domínio e estou assistindo O Homem do Castelo Alto e ambos são maravilhosos), fique com quem você ame e aproveite quando der.

E não esqueça de apoiar o Margem Jornalismo: o pix tá on e é p.chavedar@gmail.com

🇨🇱 Aborto, sexualidade e prazer na nova Constituição chilena. (Open Democracy)

🇲🇽 Quem é o líder evangélico mexicano que se declarou culpado por abuso sexual de menores. (g1)

🇨🇴 Gustavo Petro ou Rodolfo Hernández: a Colômbia vota contra a tradição política.
(El País)

🇪🇨 Governo do Equador rechaçou a derrubada da presidenta da Casa Legislativa do país, Guadalupe Llori. (CNN)

🇨🇷 Hackers atacam a Caixa Costa-Riquenha de Seguridade Social, ou CCSS, sistema público que administra as áreas de saúde e aposentadoria do país. (SWI)

🇵🇾 As buscas no Paraguai por duas crianças alemãs roubadas por seus pais anti-vacinas. (El País)

🇬🇹 Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) acrescentou a Guatemala à sua lista de países onde observa graves violações dos direitos humanos. (UOL)

🇸🇻 Bukele afirma que está perto de vencer a guerra contra as gangues em El Salvador. (Estado de Minas)

🇺🇸 O que a história dos abortos clandestinos pode nos ensinar sobre um futuro sem a lei sobre o tema nos Estados Unidos. (FiveThirtyEight)

🇺🇸 A ferramenta Bot Sentinel identificou, no primeiro trimestre deste ano, 4.265 tweets depreciando ou ofendendo a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris.
(Núcleo Jornalismo)

🇷🇺 Rússia anuncia inclusão de mísseis hipersônicos em sua frota. (Nexo)

🇰🇿 Cazaquistão realiza referendo para emendar Constituição. (Al Jazeera)

🇮🇱 Israel e Emirados Árabes assinam acordo de livre comércio inédito. (UOL)

🇰🇵 Coreia do Norte lança oito mísseis balísticos de curto alcance. (CNN Brasil)

🇧🇩 Incêndio de grandes proporções em depósito de contêineres deixa mortos e feridos em Bangladesh. (g1)

🇳🇬 Homens armados mataram fiéis em uma igreja em Ondo, sudoeste da Nigéria. (BBC)

#MandaDicas

Os 30% radicais entre nós. O piso de Lula é 30%, o piso de Bolsonaro é 30%. Qualquer candidato que queira chegar ao segundo turno vai ter de tirar um deles. Agora, além disso, a gente tem de entender por que um terço da população foi parar na direita dura. Essa é a missão a partir de 2023. Precisamos reinventar o Brasil. (Texto – Ponto de Partida)
A ideologia elitista, com Jessé Souza. Bianca Pyl e Luís Brasilino entrevistam o sociólogo Jessé Souza, autor do livro “Brasil dos humilhados: uma denúncia da ideologia elitista”, lançado no fim de abril pela Civilização Brasileira. A obra é uma segunda versão da publicação “A tolice da inteligência brasileira”, de 2015, e denuncia o pensamento social brasileiro dominante. Conversamos sobre o papel da ideologia hegemônica em naturalizar as desigualdades, a crítica de Jessé aos historiadores e sociólogos Sérgio Buarque de Hollanda e Raymundo Faoro, a construção da narrativa que coloca a corrupção política como principal problema e particularidade do Brasil, a transmutação do racismo científico do século XIX no culturalismo dos dias de hoje, a teoria crítica sobre o Brasil elaborada por Jessé e muito mais.
(Texto – Guilhotina | Le Monde Diplomatique)
Primeira grande retrospectiva latino-americana de um dos maiores fotógrafos japoneses vivos. Daido Moriyama (1938) iniciou a carreira no Japão do pós-guerra e se tornou o ícone pop e mais influente da fotografia japonesa. Inspirado por artistas como Andy Warhol, William Klein e Jack Kerouac, Moriyama revolucionou a forma de olhar o mundo com suas imagens densas e granuladas. Com base em extensa pesquisa e acesso inédito ao arquivo do fotógrafo, a mostra atravessa diferentes momentos de sua vasta e produtiva carreira: do interesse pela ocupação americana e pelo teatro experimental dos anos 1960 aos trabalhos radicais dos anos 1970, do período autorreflexivo nos anos 1980 e 1990, passando pela documentação incansável das cidades e a reinvenção de seu próprio arquivo. (Texto – Instituto Moreira Salles)
Exposição “Bispo do Rosario – Eu vim: aparição, impregnação e impacto”, no Itaú Cultura, que reúne o maior número de peças do Bispo já vistas juntas, fora do Museu Arthur Bispo do Rosário – Arte Contemporânea (mBRAC). A mostra se desdobra em dois núcleos. Um trata do impacto e da impregnação de sua produção em outros pares, modernos e contemporâneos, a ponto de abrir novas possibilidades no modo de fazer arte. Outro traz experiências artísticas realizadas em ateliês de instituições psiquiátricas brasileiras, que fizeram repensar o modus operandi desses lugares e geraram outros nomes de referência na arte brasileira.
O não-sexy é sexy: os setores esquecidos por empreendedores. Você sabe o que torna um mercado sexy ou não? Quais são os fatores que interferem no quão interessante um setor pode ser para empreendedores e investidores? No episódio de hoje, vamos colocar em foco os negócios que têm potencial para se tornarem grandes, mas que não são tão explorados no mundo do empreendedorismo. Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com André Tioda, que é Venture Capital Associate na ACE, e o Otávio Pimentel, nosso Analista de M&A. (Texto – Growthaholics)

Leituras complementares

Desemprego cai pelo 9º mês seguido e dá fôlego a Bolsonaro. (Poder360)

Em reunião, PSDB decide apoiar Tebet se MDB der cabeça de chapa em 3 estados. (g1)

Lula diminui vantagem de Bolsonaro no Tiktok, mas continua atrás. (Núcleo Jornalismo)

Fórumo anônimo organiza tática para produção de fake news pró-Bolsonaro.
(Congresso em Foco)

Rótulo de preguiçoso cola em Bolsonaro e alerta o Planalto. (Veja)

Sob Bolsonaro, país tem mais de 1 milhão de novos registros de armas. (UOL)

Convescote do PIB. Os animados encontros promovidos pela Esfera entre empresários e figurões políticos. (revista Piauí)

Alexandre Moraes determina bloqueio das redes do PCO depois de ataques ao Supremo. (Núcleo Jornalismo)

“Dugin tropical”: como Aldo Rebelo abraça a extrema-direita disfarçada de “nacionalista”. (Diário do Centro do Mundo)

Haddad quer Marina na vaga de vice para atrair eleitor moderado em SP. (UOL)

49% da população se identifica com a esquerda; direita tem 34%. (g1)
Desemprego cai mais no Brasil do que em países do G20. (Poder360)
 Com dado do 1º tri, Brasil fica em 9º lugar em crescimento do PIB em ranking com 32 países. (CNN Brasil)

8 em cada 10 brasileiros acham que homossexualidade deve ser aceita.
(Folha de S.Paulo)

Câmara aprova audiência pública para debater Barbie transexual. (O Globo)

140 milhões de alunos deixam de entrar na escola este ano, mostra UNICEF. (ONU)

Quantos pretos você já perdeu? Quatro histórias de vidas atravessadas pela genocídio negro. (The Intercept Brasil)

A aliança lucrativa do agro, sertanejo e direita dá as caras de novo. Desde Collor, sertanejos estão lado a lado com políticos de direita. Agora se sentaram no colo da extrema direita. (The Intercept Brasil)
Pandemia acelerou processo de transformação digital das empresas no Brasil. (FGV)

Se a cannabis pode ajudar pessoas, por que ser contra? (Poder360)

Cannabis medicinal: importação cresce 15 vezes em 5 anos e farmácias podem vender 18 produtos. (g1)

Enquanto mercado legal de maconha já movimenta R$ 130 milhões no Brasil, usuários ainda são presos por ‘farelo’. (BBC Brasil)

‘ACORDA PEDRINHO’: Jovem Dionisio relembra perrengues e loucuras da semana após o hit. (g1)

Podcasters estão ganhando milhares de reais no Spotify sem emitir nenhum som.
(Bloomberg)

Por que o Nubank perdeu quase 65% do valor depois de chegar a banco mais valioso do país. (BBC Brasil)

O julgamento de Johnny Depp e Amber Heard será lembrado como o primeiro grande evento de Tribunal a se tornar viral na era TikTok. (Axios)

Anitta vira sócia e vai se “envolver” com a Fazenda Futuro”. (NEOFEED)“Ninguém faz revolução com publicidade, a gente comunica e reduz danos”. Nátaly Neri é criadora de conteúdo há sete anos e, ao Propmark, conta sua trajetória na internet e a importância da luta pelo meio ambiente. (Propmark)

Anitta fala sobre shows contratados por prefeituras e diz já ter recebido proposta para desvio de verba: ‘Falei não’. (g1)

Aline Midlej: “Diversidade não é uma palavra, é uma atitude”. Com a passagem da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie pelo Brasil, a jornalista da Globo News reflete sobre como, a partir dos livros da célebre autora do feminismo moderno, a diversidade virou uma questão fundamental em sua vida. (Vogue)

Sócia na KondZilla, Alana Leguth quer fortalecer as mulheres no funk. Casada com Konrad Dantas, o fundador de uma das maiores produtoras de funk do mundo, Alana entrou no negócio para dar apoio incondicional ao companheiro. No meio do caminho, entendeu que o lugar das mulheres na música urbana – rap, trap e funk – ainda precisava ser impulsionado. Criou então a HERvolution, iniciativa que destaca histórias e trabalhos femininos. (Marie Claire)

#GráficosDaSemana

#CapasDaSemana

A medida que novas migrações mudam a população e a cultura de Nova York, os cidadãos de lá vão novamente redefinir o que querem que a cidade seja e quem eles querem vivendo no município. Muitos recém-chegados se contentam com vários colegas de quarto. Alguns estão lucrando com a corrida da maconha. Outros vieram para a cidade por todos os tipos de motivos, incluindo árvores e doces.

#FotosDaSemana

Combinação de imagens dos discursos online do presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy falando direto da capital Kiev entre 24 de fevereiro e 3 de junho de 2022. (Fonte – AP)